Bienvenue Blog 

De coisas corriqueiras até úteis para você. Feito com amor.

Quarta-feira, 23 de Novembro de 2016

Sobre Sebastians e...

Minha quarta está com cara de domingo, o clima está nublado. Eu comecei a jogar, mas parei por conta disso, não é bom arriscar perder um aparelho pelas chuvas daqui.

Tinha esquecido sobre as Trials de Skyward Sword, acho que é mais fácil conseguir isso que as batalhas. Eu quero tanto o escudo Hylian, ele é clássico!

Olhando pela janela daqui, o céu está preto.

 

Mommy e papi (soa como uma patricinha falando) me deram um Sebastian novo (um iPhone SE). Pessoal sempre fala de filhos ganharem coisas dos pais, mas acho que seja um direito dos pais darem presentes, isso não significa que o filho seja um mala. Principalmente se ele faz por merecer um presente, ou se os pais só estão com vontade de presentear. Acho generalizações sempre péssimas.

Era algo que eu não estava esperando, nem imaginando. Foi bem do nada, hahahaha. Eu amei, é claro. Gosto muito do sistema dos iPhones, iOS, no caso, porque eu me dei bem com ele. Ao contrário do que vejo dos Androids, mas cada um se dá bem com algo diferente, não é? Só o acho meio complicado.

Uma amiga estava falando (e ao modo como soou a frase para alguns, quase julgando) que quem não gosta de Android, ou gosta dos iOS, é porque tem preguiça e não sabe personalizar o Android. Eu não discordo do ponto de que ter vontade de aprender sobre o aparelho é uma coisa boa e bastante útil, é algo seu, afinal, e aprender sobre ele é fundamental. Eu sabia de tudo o que o meu antigo Sony Ericsson fazia, eu criei inúmeros temas pra ele num programa de PC e era super legal. Mas discordo da necessidade de TER que aprender e fuçar tanto para saber mexer num sistema simplesmente porque ele não é intuitivo. TER que aprender deveria ser um aprender porque tem VONTADE, não uma necessidade. Uma preferência, não uma precisão. Não é todo mundo que tem jeito pra tecnologia, e muitas vezes não é questão de preguiça. Já me encontrei com gente assim, é parecido com pessoas que querem desenhar, que as coisas não encaixam bem na cabeça mesmo que a pessoa tente. A diferença é que mexer num celular que é seu não se trata de se profissionalizar nele, porque é algo para o lazer. Aprender a desenhar é possível, aprender a mexer num celular também, mas no caso do celular, isso não teria necessidade de ser difícil.

Logo, deveria ser fácil e intuitivo.

É isso o que eu acho que o Android não é. Já usei, ou tentei, usar o dos meus amigos, e francamente, para quê tantos menus?

Quanto ao sistema em si, velocidade, capacidade, quantia de tarefas simultâneas, eu não tenho ideia, nunca peguei um zerado. Provavelmente é rápido, depende do celular.

Só sei que faz uns cinco ou seis anos que meu iPhone 3 está aqui, e nunca travou. Meu iPhone 4S também, há uns quatro, e adivinhem? Nunca me deixou na mão.

Eu gosto desses aparelhos, e o preço aqui ser meio salgado é, infelizmente, porque nosso dinheiro não é tão valorizado. Sei que em outros países é simplesmente mais um aparelho, sem necessidade dessas guerrinhas de fanboys que por aqui gostam de promover. Eu enxergo como um aparelho bom. E gostei do SE justamente porque o design dele é quadradinho ainda. Não curti muito os arredondados.

 

Ah, o meu é dourado.  Saí do preto. A câmera é boa também, e tendo 64 GB eu posso filmar mini-videos de desenhos. Eu gosto de fazer isso.

 

É uma outra postagem de falação. Gosto disso. Holly shit, estão lotando meu e-mail com respostas no Youtube. De novo! hahaha

publicado por Laura SaintCroix às 18:47
sinto-me: ninja desu
música: Helios - Matenrou Opera
Quarta-feira, 23 de Novembro de 2016

Preguiça

Estou com o plot desenvolvido em mente, mas algo me perturba, deve ser um bicho preguiça gigante me dizendo pra ir jogar...

publicado por Laura SaintCroix às 16:01
sinto-me:
música: Helios - Matenrou Opera
Terça-feira, 22 de Novembro de 2016

Criando um monte de c...

Bonjour! ~ Estou, ou estava, tomando suco de uva integral. Eu já adorava isso e, depois de ler sobre os benefícios, fiqu...

publicado por Laura SaintCroix às 13:59
sinto-me: uma caveira, hell yeah
música: O som dos aquários
Sexta-feira, 11 de Novembro de 2016

Quero postar

Quando deveria estar escrevendo. Preciso enviar um e-mail a uma editora, pois ela mudou o edital sem que eu visse e eu d...

publicado por Laura SaintCroix às 12:33
sinto-me: Finjam que é uma rosa azul
música: Quints - NIGHTMARE
Terça-feira, 18 de Outubro de 2016

Postagem para o blog ...

Brincadeira. Oh, eu não sou fã do horário de verão, estou pendendo de sono. Estava pintando, sabem. Esses dias desabafe...

publicado por Laura SaintCroix às 02:45
sinto-me:

Pesquisar

 

Links e Parcerias


Link-me!



free counters