Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bienvenue Blog

O lugar secreto de escritos, artes, disparates, filosofias vãs, musicalidade de alma e merchan de segunda categoria.

Dirge of Cerberus | SOCORRO! | Resenha (???) | Parte 1

por Laura SaintCroix, em 06.04.15

Baixei Dirge of Cerberus hoje.
Tô jogando no Lenovo.

Até hoje eu nunca tinha pego um jogo de Play2. Digo pegar e jogar pra valer.
Céus, quanto botão! Meu controle piratinha não deu conta e tive que pôr atalho até na... no teclado. A mira da cerberus, pqp! Pensem numa pessoa que morreu em menos de 2 minutos com apenas três caras atirando nela. Eu fiz o Vincent simplesmente levar um monte de tiros sem acertar um único apenas porque não encontrei aonde era a mira, e nem tinha configurado o botão analógico para mover ele. Ele levou tiros. Parado.

 

Até eu configurar o controle/teclado decentemente, acostumar com os botões e com a mobilidade, mapa, cenário... Eu dei game over só uma vez mesmo.

Mas ainda é um pouco complicado. O jogo está rodando bem, com 40 de FPS, mas tá bom. Não travou em nada, só uma cutscene que ficou preta, mas não travou. Vou assistir ela depois no Youtube.

 

Eu me sinto atrasada de jogar isso só agora, mas dane-se, HUAHUUEHAUEHUAHEA. É ÓTIMO.

Eu achava o Vincent legal desde que vi o filme de FF, Advent Children. Minha prima gosta do Cloud. Eu sempre preferi o moreno sinistro que aparecia no filme.

Do Cloud, no filme, eu amo a dublagem, hahahaha. Sakurai!

 

Voltando às cutscenes, o Vincent é muito legal nas cutscenes. Tanto que me sinto uma vergonha para o meu clã ao mover ele no jogo, pois parece que faço tudo errado e que é melhor deixar ele fazer as coisas dele sozinho, hahahaha.

 

E cara, eu saí do jogo Skyward Sword vendo a Zelda em um cristal, parada no tempo, e entro em outro jogo e vejo a Lucrecia! Qual é a de vocês desenvolvedores em prender a pessoa amada dos seus personagens em cristais? Dá pra parar, os meus feels não aguentam.

 

Afora o meu desalinho pra jogar joguinhos de tiro e arma, eu estou indo bem, minha pontuação foi melhor do que pensei que seria. E sim, na primeira missão eu matei civis sem querer. Eles vieram gritando, eu gritei, atirei, matei, depois vi que eram pessoas.

Eu sou uma péssima heroína.

 

Até mais! hahaha Espero que o jogo não trave. :B

 

EDIT: pesquisei o que era "Dirge" e, puxa, que triste! Quase choro. Mas é uma palavra linda, quero usá-la um dia.