Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bienvenue Blog

Maresia de inspirações, disparates, aventuras, desabafos, misturas. Aquarelo por aí também. Mantendo a alma livre o mais que posso.

KAMIJO / Versailles / LAREINE Discography

por Laura SaintCroix, em 06.07.18

Mas não se animem! Não é download, eu não tenho franquia para isso. Eu já até tive, mas os arquivos expiraram.

Bonjour!

 

Prometi há uns dois meses que iria upar aqui uma listagem dos álbuns do KAMIJO e cia, e só agora deu para eu fazer isso de fato porque eu tive um monte de pepinos com meu notebook, mais alguns trabalhos de ilustração, mais cuidar das minhas peixas, e é isso, então peço perdão pelo vacilo pela demora.

 

Eu disse à pessoa "vou listar em ordem alfabética", e assim o farei. Kore ga ore no nindou da.

Primeiro do Versailles.

 

A Noble was Born in Chaos
Anthologie
Ascendead Master
Ascendead Master A
Ascendead Master B
Ascendead Master C
Cross Gate 2008 ~chaotic sorrow~
Destiny The Lovers
Holy Grail
Jubilee
Lineage ~薔薇の末裔~【初回限定盤】
Lyrical Sympathy
Lyrical Sympathy -LIVE-
Noble
Noble -LIVE-
Node Of Scherzo
Philia
Prince
Prince & Princess
Rhapsody of The Darkness
Rose
The Greatest Hits 2007 - 2016
The Revenant Choir
Versailles

 

Eu estou com tanta preguiça de colocar os nomes das músicas... Na verdade isso é fácil de achar. Então, no lugar disso, vou colocar curiosidades de lançamento e coisas que eu sei. Torna mais único, não?

As edições de Ascendead Master são diferentes porque vêm com uma faixa de trilha sonora de cada parte de um pequeno filme que o Versailles fez.

Cross Gate 2008 ~chaotic sorrow~ é um tipo de compilação com vários artistas, Versailles só tem uma música nele, que é Sforzando. A outra música que presta nesse álbum é a do Matenrou Opera, Honey Drop. Os artistas eram dos selos do KAMIJO e Kisaki, muito provavelmente. Do KAMIJO é a antiga Sherow Artist Society, Matenrou estava nela na época.

Lineage ~Bara no Matsuei~ foi um single especial distribuído em lives, mas a internet dá um jeito de conseguir as coisas. O nome faz referência ao nome do fanclub, e como o fãs se denominam. Descendentes da Rosa. Eu não me lembro se venderam o single fora depois, acho que sim. É o último que lançaram até aqui, mas com certeza vem mais por aí. KAMIJO e cia estão levando as carreiras à parte também, mas ele já garantiu que não esqueceu do Versailles. Lineage é uma obra prima, a faixa nome é digna das antigas masterpieces do Versailles, como The Love From a Dead Orchestra ou mesmo Aristocrat's Symphony, eu amo Lineage.

Single Prince também foi distribuído em shows, se não me engano.

O single Prince & Princess tem uma instrumental a mais, além de Princess, chamada Silent Knight. Deve ter sido algum trocadilho de época de Natal, haha.

Rhapsody of The Darkness foi o primeiro single apenas digital deles, e quem fez a capa foi o Teru. Ele é designer também.

The Greatest Hits são regravações muito bonitas, mais duas músicas novas. Melodic Thorn é a coisa mais linda do mundo, o mesmo gosto de obra de arte das músicas antigas do Versailles.

O single Rose tem a faixa chamada Ayakashi, que é o mais próximo que Versailles vai chegar de ser japonês, HAHAHA. Também tem a versão japonesa da música Love Will Be Born Again, lançada primeiro no álbum Holy Grail. E a versão de The Red Carpet Day aqui é muito linda, pois foi regravada. KAMIJO muda bastante o timbre de voz conforme o tempo. Eu sonhei com o encarte desse single sem que ele tivesse saído, e eu vi que tinha acertado as imagens quando vi o encarte a primeira vez (isso é uma curiosidade particular, hahaha).

Jubilee foi feito apenas com os quatro membros, o primeiro álbum sem o Jasmine You.

Masashi entrou em Destiny The Lovers, se não me falha a memória.

The Revenant Choir tem diversas faixas experimentais faltando um instrumento e tendo o vocal, e então apenas a faixa instrumental sem vocal, chamadas de Lesson, como se fosse para você complementar a música em casa para aprender. Obviamente tem a música completa também.

 

Acho que é isso, por ora.

Vou partir para KAMIJO.

 

Hajimari no Yoru
Heart
Louis ~艶血のラヴィアンローズ~
Mademoiselle
Moulin Rouge
Nosferatu
Royal Blood -Revival Best-
Sang
Symphony Of The Vampire
Yamiyo no Lion

 

Hajimari no Yoru foi um CD que vinha que com os calendários de 2015. Dá pra achar a música, é de piano bem lentinha. Já consegui dormir ouvindo.

Heart pode ser separado como He/Art, a arte dele. Tem significado dentro das histórias que o KAMIJO cria. No Versailles, era a história dos dois clãs, um de vampiros e o outro de humanos, eu não sei ao certo porque temos que ver por encartes, panfletos e shows, mas era algo assim. Agora, solo, KAMIJO recria a história do filho de Maria Antonieta, encarnando como ele, fazendo-o sobreviver. Heart é relativo também ao reino de artistas vampiros, Império RoseCroix (inclusive é o nome do novo fanclub), e Heart também narra um pouco de quando o vampiro Louis se apaixona por uma pintora (eu me sinto pessoalmente tocada com isso. ).

A história é muito longa e abarca todas as músicas dele, eu não posso falar tudo nesse artigo.

Louis ~Enketsu no La Vie en Rose~ foi o primeiro da carreira solo.

Mademoiselle certamente é a garota.

Moulin Rouge até hoje eu me pergunto o que é?????? Mas é uma música maravilhosa.

Nosferatu é o single antecessor de Sang, e fala sobre a nação de artistas, pelo que li nas letras. Mas posso estar errada, é meio confuso, como dá pra perceber. É como montar um quebra-cabeças.

Royal Blood é um álbum com algumas regravações de músicas do LAREINE.

Sang é o álbum mais maravilhoso já criado. As faixas têm história, ele canta bastante em Inglês (eu amo o sotaque dele em Inglês).

Symphony of The Vampire conta grande parte da história de Louis, quando ele escapa da prisão da Bastilha, salvo por Beethoven, o outro Louis. As músicas e o clipe são uma única coisa, é uma sequência, como uma musica ininterrupta. O clipe é basicamente um filme.

Yamiyo no Lion é uma possível destruição da Bastilha, tem essa faixa no single. Também deve ser a forma que o KAMIJO enxerga Louis, ou quer que o vejamos. KAMIJO mudou toda a melodia e letra uma noite antes de gravar tudo.

Acho que é isso.

 

Agora LAREINE!

Vamos a uma longa discografia. O nome é uma homenagem a Maria Antonieta também, e alguns visuais são referência a Oscar François de Jarjayes.

De antemão, aqui também há a história de Lillie Charlotte e Jeremie Florence de Jarjer, uma história romântica que foi lançada até mesmo em alguns encartes junto dos CDs, com as histórias. Têm cartas, os dois morrem e reencarnam, e há uma separação, é lindo e é uma tragédia. KAMIJO é ótimo com histórias. É a forma de ele ser um escritor.

Também algumas coisas foram ilustradas pela mangaká de Versailles no Bara, Ikeda Ryoko.

KAMIJO é muito fã.

Eu vou colocar um print nessa aqui, porque está tudo com data.

LAREINE é minha banda do coração, não existe magia que se iguale, ou época, ou amor. É tudo único, memorável, nostálgico e bonito. Nós queremos viver, essa sensação de acordar de um sonho. Eles passaram isso perfeitamente, mesmo nas épocas em que nem eles conseguiam estar tão bem por causa de brigas internas, ou mesmo desânimo. Essa banda foi uma das melhores coisas que já existiu. Eu dou graças de o KAMIJO e os outros da banda terem se reunido um dia desses, principalmente o Machi. Eles choraram, Machi disse que viu as lágrimas de um vampiro. Foi uma época maravilhosa, eu não tenho palavras pro quanto isso faz parte de mim e me construiu. E sim, a voz grave, poderosa e bonita do KAMIJO hoje era essa voz ainda mais suave, nostálgica, melifluída e que parecia que iria se quebrar de tão delicada de antes. Não me pergunte o que aconteceu.

 

lareine1.png

lareine2.png

 

Espero que isso seja útil.

Não vou fazer do New Sodmy hoje, talvez eu edite outro dia. É uma banda entre o LAREINE e quando se separaram um pouco. Tem os detalhes na biografia que escrevi do KAMIJO aqui no blog.

 

Parte 1 e Parte 2.

 

Foto da postagem:

3.jpg


Ah, a indecisão...

por Laura SaintCroix, em 11.08.13

É um de meus males, hahaha.

Olá. ^^
Ontem postei um desenho que era para ser o rascunho de meu futuro quadro.
Pois bem, não foi.

Em minha pesquisa para medir bem o corpo do ~modelo~, rs, eu assisti Billet e BOOM! mudei de idéia.
Detalhe: eu já tinha feito o rascunho na tela.
Uma cena ao fim, quando ele está lá, alone, olhando para a própria mão.
Aquela cena, eu senti o ápice de minha vontade de pintar, haha.

Isso ontem, e hoje fui e desenhei na tela meu rascunho.
Tinha ficado lindo, mas eis que surge o meu apuro, (raiva, estresse, nervosismo de quase chorar e um mau-humor repentino; sim, eu sou uma gracinha quando me estresso, pareço um Poodle nervoso), a tela painel estava com o tecido frouxo. ^-^
Sim, parecia um tambor estragado (?). Tive que apagar o desenho e encostar a tela num canto.

Fiquei alguns lindos minutos querendo morder alguém de raiva, mamãe que o diga rs, então decidi por outra tela.

Peguei a tela e rascunhei o olho e o nariz.
Não gostei, perdi o pique, a tela era muito grande (30 x 60) e eu não queria mais aquela imagem.

Na noite anterior eu havia tirado alguns printscreen do PV Métamorphose, então, aquelas imagens me deram dúvidas quanto ao que eu realmente queria pintar, fiquei olhando um tempão essas imagens.

Escolhi uma imagem, mamãe achou estranha para se pintar, eu quase dei piti de novo (mentira), mas no fim optei por aquela imagem mesmo, rs.

Dessa vez, em um painel de 20 x 20, do tamanho de uma outra tela, na qual eu fiz um Castelo (Kreuzenstein).

E isso, meus amigos, é o processo de criação de uma geminiana rs.

Estou brincando, mas foram assim esses meus três últimos dias, querendo pintar e, provavelmente, conseguirei apenas hoje a noite, após o jantar.

Vou mudar o nome do blog para "Diário de uma Pintora".
Okay, não, não vou mudar.

1098042_586684648049537_1811452375_n.jpg

Aweee, o rascunho do quadro.

Espero que gostem. ^_^ ♥
Bye bye. ^3^

Fiançailles

por Laura SaintCroix, em 17.06.13

EAEAEAEAE!! \O/
Não, a Yuu não está com problema. haha

Como vão? Bem, eu espero, pelo menos que não estejam resfriados como eu.

Mudei o header do blog, agora está com uma de minhas recentes pinturas. :3



Fiz inteiramente com a espátula. Até ontem eu ainda estava arrumando o rosto, ele é difícil! hahaha
Mas consegui.
Acho que não vou tão cedo inventar de pintar rostos com espátula.

Mas eu estou muito contente com o resultado. ^_^

Agora, ainda com relação à pintura, no sábado eu fui exibir os quadros no mercado, aqui perto de casa.
Foi legal, não vendi nada, mas foi legal. :3

Fiquei contente porque as crianças gostaram. Eu gosto de ver as crianças felizes. 'u'

Eu sei que não se pode esperar as coisas darem certo de uma hora para outra, de repente! O que vem devagar é melhor até.
Vai dar certo no futuro, eu vou continuar pintando.

Ainda porquê eu não sei fazer outra coisa. Sequer consigo me imaginar mexendo, por exemplo, com contabilidade.
Eu devo ser péssima.

Mas já posso me imaginar compondo alguma música.

Não que eu me imaginar fazendo isso tire o fato de que eu provavelmente seria péssima, mas eu gostar de música ameniza isso na minha visão. haha

Okay, chega de devaneios. xD

Espero que tenham um bom dia, honeys. :B~

E QUEM AQUI ESTÁ ANSIOSO PARA AGOSTO LEVANTA A MÃEO! \O/

Seja a sua razão o Jupiter ou o KAMIJO, você deve estar ansioso. :3

Quero que saia logo, quero ouvir, OH GOD!

*atchim*
Bonsoir!
"Nossa Yuu, que título enorme!"
Sim, leia tudinho. :3

Aqui o desenho, como prometido. ^v^

295600_554678987916770_390922598_n.jpg

 Pintado singelamente no Photoshop com brushes de Watercolor.


Sabem, estou tentando me acostumar a soltar a mão para desenhar.
E não há alguém melhor que ele para isso. Sempre tenho vontade de rabiscá-lo de alguma forma nessas roupas.

É o que é capaz de sair sempre.

É estranho, no começo da vida de "desenhar", você quer sempre acertar, acertar, acertar, com traços fortes. Sem rascunhos, e quando saiam rascunhos, você ficava realmente nervoso. (No meu caso, assim foi)
No meio da vida, você entende que não é assim e que não se pode acertar sempre. Então começa a se soltar, como o que tiver que sair, saiu. Mas não sem treinar; quando digo soltar, é a criatividade e o traço, a leveza, e perceber que se não houver o nervosismo a sua mão já meio que "sabe" o caminho a seguir no desenho. As proporções, isso sim, tem que treinar. (E eu aqui sempre treino)

Depois, no fim (não que haja um fim, mas você entendeu o raciocínio), você vê que sua mão já sabe o que tem que fazer (pelo treino), e se você não estiver nervoso nem PREOCUPADO EM ACERTAR, o desenho sai. Livre tal qual borboleta.
E sim, no fim, você vai acabar dando mais valor a um desenho tipo "rascunho" que a um desenho muito limpo e com traços forçados. Um rascunho parece até mais profissional, mais natural.
Não sei se sou só eu que tenho essa impressão.
(Não estou desmerecendo de forma alguma àqueles realismos, isso é outra história)
Você pode passar a amar os rascunhos que você não gostava no começo.

Eu estou no nível treinar, treinar, treinar, anatomia é o cão, mas eu a adoro. E minha mão já está bem mais solta que quando comecei, naturalmente.
Nunca se pode sair dessa fase de treinar, sabe, porque é sinal que estamos sempre nos interessando em diferentes tipos de desenho e querendo nos aprimorar mais.
Desenhar é tão... Vida.

Isso foi quase uma biografia. -N

Eu me referi a vida ali em cima, a vida de quando você começa a desenhar. (E continua para sempre)
A minha vida mesmo, eu sou muito nova para dizer algo sobre a vida. Quem sou eu para falar sobre a vida?
Tá, nem tão nova. ( ._.)"

Talvez algo ali em cima esteja errado aos olhos alheios, talvez eu mude e isso seja bom ou encontre o meu eu, (sim, estou reflexiva hoje) mas de qualquer forma é bom estar sempre evoluindo. Colocar isso em uma postagem é legal também.

Espero que gostem do desenho.
Ah, colocarei fotos, talvez na próxima postagem; do meu celular xing-ling que ganhei de aniversário. :B~

Ele é a cara do LAREINE!

Minha mãe quando viu no site, quase infartou e me chamou porque estava certa que eu ia gostar.

E GOSTEI MESMO! haha

Bom, é isso. (^^)/

Billet

por Laura SaintCroix, em 28.04.13

Bonjour! ~

Eu não postei aqui quando fiz, mas vou deixar um dos quadros que mais gosto.



KAMIJO em Billet, uma cena que aparece bem rápido. ~
Foi meu primeiro impressionismo, e foi Alla Prima, em duas horas eu acho, não medi bem.
Faz tempo que fiz e, creiam, ainda está secando! ~

Se quiserem ver mais dos meus quadros, cliquem AQUI. ^_^

Bye. ~ *beijinhos de fleur*