Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bienvenue Blog

Maresia de inspirações, disparates, aventuras, desabafos, misturas. Aquarelo por aí também. Mantendo a alma livre o mais que posso.

Upando de nível na pintura :P (ou será que não?)

por Laura SaintCroix, em 11.03.17

Bonjour!!

Ontem repintei um quadro do Rin que havia feito esses dias mesmo. Um que fiz em traço de como eu desenho no papel. Não sei, acho que em tela o melhor é o jeito que eu faço em "tela", não o que eu faço no papel, que é como eu gosto de fazer no papel.

Não deve ser muito entendível. Mas apesar de ter gostado da experiência e do resultado, gostei bem mais do resultado de agora.

 

Hoje quero fazer girassóis.

Estou com uma ideia bem nítida, ou nem tanto, mas com vontade.

Hoje também faz seis anos, pelo que li, que deu aquele maior terremoto no Japão. Publicaram Kizuna, do Matenrou Opera, que foi uma letra escrita pelo Sono para as pessoas se reconfortarem naquela época, os sentimentos dele transcritos. Ainda bem que a eternidade existe, e que nada realmente se perde, mesmo com a morte, por mais que seja dolorida e pareça ser o fim de tudo.

Não parece que faz tudo isso de tempo.

 

O tempo está passando bastante rápido, fugaz, e se não tomarmos cuidado, ele nos atropela no que desejamos fazer.

 

Mas não é como se me convencesse a fazer tudo com pressa.

 

Aqui está o quadro.

 

 

 

Refiz uma pintura do Rin que tinha feito esses dias, vocês podem se lembrar da rosas que eu não mudei muito. 🐳 Bem mais satisfeita com o resultado de agora. Não é que o outro tenha achado ruim, só não curti muito. Sei lá. A ideia é que ele está afundando/boiando num lago fundo. Os pontinhos de brilho são da umidade. Não usei imagem de referência, então pode não estar lá muito de acordo. :F 💙 Mas adorei. ;3; As cores é aquela história: no quadro deve estar um pouco diferente, menos ou mais colorido. Da tela do Sebastian para do Notebook dá uma diferença gritante, não sei mais da realidade, hahaha. #love #beauty #centifoliarose #centifolia #blue #sunken #male #man #vampire #fantasy #rin #oc #originalcharacter #oilart #oilartist #oilpainting #oiloncanvas #pintura #painting #canvasart #canvasartist #canvaspainting #realism #impressionism #anatomy #lightandshadow #art #traditionalart

Uma publicação compartilhada por Laura SaintCroix (@laura_lareine) em

 


Escrever, escrever, escrever

por Laura SaintCroix, em 07.03.17

Vou começar a escrever meu livro, continuar, aliás...

Acho que a hora chegou.

 

Era só isso mesmo.

 

Foto do quadrinho novo que fiz ontem. De novo parece um papel de parede/estampa. Quero muito estampar isso ~algures~.

Será que o uso dessa palavra estranha está correto?

 

Dica: olhe de longe.

 

17125787_1238053222931181_8347909998004666368_n.jp

Ah, espero que a Microsoft conserte o erro no e-mail logo, nunca vi terem esse problema, e é bem chatinho. Imagino como deve ser para resolver...

 

Bye bye.


Sobre aquarela e minha decepção criativa

por Laura SaintCroix, em 11.02.17

Uma curta reflexão.

Passei o dia inteiro tentando pintar uma aquarela bacaninha e só fui gostar de algo agora, e é algo bem simples. Aquarela é mais difícil do que parece, eu estou penando.
Exige mais paciência, mais destreza e delicadeza (ainda mais pra mim que sou um cavalo), mas sabe o que é legal? Fazer detalhes e as marquinhas que a pigmentação mais aquosa deixa.
É por isso que eu não vou desistir, eu adoro essas marcas características da aquarela.
 
Amanhã tento com um pincel maior para espalhar o fundo como eu quero.
Amanhã quero ideias melhores que as que tive hoje, e vou me esforçar para isso.  *fogo da determinação*
Estava vendo algumas pinturas do Amano-san. Quero ser ele quando crescer.
Ele faz em folhas enormes!
Eu sempre preferi telas pequenas, percebi isso com a pintura a óleo.
Acho que o mesmo com aquarela. Vai ver não tenho criatividade para fundos...
Ainda me incomoda não conseguir uniformizar um fundo em aquarela.
 
Estou surpresa, sinceramente, em estar tendo dificuldade com uma coisa que (arrogantemente) achei que não teria. É desafiador e estou feliz por isso.
Quando comecei a pintar em telas, depois das aulas, no início de seguir sozinha, eu tentei fazer uma rosa. Não consegui, chorei muito, depois tentei e tentei e raspei a tela e tentei até a maldita rosa sair. Faz uns anos repintei aquela coisa horrível que foi a minha primeira rosa, hahaha.
Estava comentando com a minha amiga que arte é a única coisa que me frustra quando não consigo, a única coisa que pode me fazer chorar de raiva.
E hoje, apesar de tudo, não chorei por isso.
Joguei um dos desenhos fora, foi o mais frustrante. Mas já joguei muitos deles por essa razão.
Ao fim do dia, de tanto insistir, sempre sai algo. Senão, pela manhã.
Amanhã vou tentar de novo, e depois de amanhã.
 
Isso se eu não for escrever. Escrita flui melhor. Nunca me frustrei em não conseguir determinado trecho ou tal coisa não estar boa o bastante. O segredo é que provavelmente nunca vai estar.
 
Yasu e eu estamos escrevendo em conjunto, e sabe o legal? ULTRAPASSAMOS 50 MIL PALAVRAS EM DUAS SEMANAS, se não me falha a memória.
Isso é ótimo para nós.
 
Vou escrever agora, ver se sai o final da minha personagem.
Estou doidinha para que a conheçam.
 
Janee.
 
O resultado que mais me agradou hoje.
Prevejo que a cor mais gasta será o preto. Not surprised.
Vampire Wally.
 

rinn - Copia.png

 


Postagem para o blog não fechar por inatividade

por Laura SaintCroix, em 18.10.16

Brincadeira.

Oh, eu não sou fã do horário de verão, estou pendendo de sono. Estava pintando, sabem. Esses dias desabafei numa postagem no perfil pessoal sobre a preguiça que as pessoas, principalmente as do bairro e com raras e maravilhosas excessões, têm sobre a arte.

Comparei a necessidade da arte à da bebida para a alma. Todos gostam de abastecer o corpo com um monte de baboseiras que não são realmente necessárias (por ventura prazerosas, só não no caso do cigarro, isso é veneno), mas raramente param e prestam atenção num outro tipo de alimento que não para o corpo. Isso me entristece. Eu disse que se tivesse dinheiro para me sustentar, mesmo que não o faça atualmente, eu daria meus quadros de bom grado, ou venderia e doaria para instituições. Mas não posso, não tenho nem como pintar mais porque não tenho onde armazenar as telas. Falta espaço, falta alguém comprar e aliviar. Falta interesse das pessoas por aqui. Sério, as pessoas não dão presentes? Não enfeitam a casa? Eu gosto de olhar para coisas bonitas o dia inteiro, e gosto de ouvir coisas bonitas o quanto puder. Eu seria uma pessoa extremamente triste sem música, porque foi através de músicas que eu formei boa parte do que eu chamo (des)pretensiosamente de "minha arte". É como se isso não fosse só uma distração, é algo para eu sentir, ler, entender, prestar atenção, o mesmo que literatura em notas musicais... E quadros são literatura visual. Mas as pessoas não se importam, e isso me deixou triste um único dia, onde estava ajeitando e tirando a poeira de uns 60 quadros. (Não confiem, pode ser um pouco mais ou menos, eu sou péssima em listar números por alto).

 

Mas eu não estou mais triste. Embrace your dreams.

 

Fiz três pinturas com um estilo que gostei muito. Nesse momento, minha espádua direita está latejando, está bem dolorido de escrever, but whatever. Vou postar aqui. Meus instagram está ali do lado, nas borboletas do site. Eu estou com preguiça de ficar pondo link em tudo aqui.

 

14591011_615593665289690_1803734493060661248_n.jpg

 

14550100_1030273633747796_1639360695868850176_n.jp

 

14726413_670857736424307_564642299384954880_n.jpg

Se me perguntarem, eu gostei infinitamente das rosas brancas. Fi-las (oooh!) com a mesma ~~~técnica~~~ que as rosas azuis de outros quadros, as quais amei fazer. Acho que devo ter encontrado meu cerne para rosas em tela, talvez. Olhem de longe do monitor, o efeito é lindo, hahaha.

 

Eu estou com tanto sono. Ah, Sono, eu achei vários clipes em boa qualidade, e salvei mais 473637653 fotos dele. Eu perdi o controle. Printei quadro a quadro Justice, porque o cabelo dele em Justice dá de pau em 90% dos outros looks. (Nesses 10% estão Orb, Gloria, Innovational Symphonia e Kassai to Gekijou no Gloria)

Sério, não tem coisa mais linda que o Sono de cabelo preto.

Eu reclamei pra caramba do platinado e corte de cabelo recentes dele, ELE FOI E TINGIU DE ROXO PRA MOSTRAR QUEM É QUE MANDA.

Eu estou chorando até agora.

Mas na verdade adoro mudanças. SIM, INDIRETA PRO KAMIJO, QUE CAIU NO LOIRO E NÃO VAI SAIR NUNCA MAIS. Pelo menos deixa crescer. (Mesmo que eu tenha começado a gostar de loiro por sua causa, seu chato)

Aliás, também gosto das tranças de Otoshiana no soko wa kona sekai. Eu sempre pedia pra minha mãe fazer tranças daquele jeito em mim, hahahaha. Bons tempos de escola, eu era a única que ia assim.

 

Qualquer dia desses eu posto os 787867624937 screenshots que eu tirei. Mas o mais provável é que vocês me vejam surtar com as músicas novas do Matenrou antes, quero ver se faço review. A Phoenix parece até que é do Versailles, por causa do arranjo. E ser comparado a Versailles é o elogio mor no mundo do jrock. Mas Matenrou tem sua própria marca, na verdade. É bonitinho, eles estão virando senpais de outras bandas agora, como o Versailles é senpai deles, hahaha.

Anzi deixou a banda, e ainda disse que pensava nisso por um tempo... Mas já está noutro projeto, e parece feliz, então tudo bem.  Só me pergunto quem é que vai ser o bonito da banda agora, hahahaha. *apanha da banda inteira*

Leda fez um trabalho excelente, eu não manjo de guitarra, mas soou muito bem como "Matenrou Opera" as prévias das músicas. E como uma outra pessoa disse, se não soubéssemos que o Anzi saiu, só quem tem um ouvido muito bom ouviria e notaria algo diferente, porque ficou um trabalho muito digno. Mas vou sentir falta dele, principalmente nos PVs.

 

Agora vou dormir, meu braço está me matando.


Vincent Valentine

por Laura SaintCroix, em 14.09.15

Bonjour!! ^^ Vim postar aqui também por motivos de: só falta aqui mesmo hahahaha. É o quadro que fiz do Vince. Eu ia publicar ontem mesmo, mas não tive tempo. Eu poderia deixar o link de todos os lugares onde eu postei isso, mas estão ali do lado do blog.

Oh, man, eu gostei muito de fazer isso, vou dizer de novo. Fico muito feliz quando acerto a mão na pintura (ao menos aos meus olhos).

E só para constar, eu fiz esse quadro para mim mesma, não o fiz a pedidos ou para vender (não tenho a intenção de vender também, só se a pessoa quiser muito muito muito mesmo), porque não sei... não é estranho ganhar dinheiro com um personagem que não é seu?

O mesmo com o KAMIJO. Não sei bem... ainda tenho um sentimento estranho quanto a isso, apesar da arte em si ser minha.

 

Bom, eis aqui o quadro. Me pergunto se o próprio Vince gostaria de ver, ou se ia falar só "hmm". HAHAHA xD